8 de set de 2011

Dissertação de mestrado sobre Fisioterapia Gerontológica-disponível on-line

No mês de maio deste ano ocorreu a defesa da minha dissertação de mestrado, cujo título foi-

Fisioterapia Gerontológica: uma nova perspectiva de atuação da fisioterapia no idoso.

Veja o resumo da dissertação abaixo:

O envelhecimento e a longevidade são fenômenos com importantes repercussões nos vários âmbitos da vida pessoal e social. Implicam, por sua vez, na formação de profissionais qualificados para atender o idoso, a exemplo do fisioterapeuta.

Na fisioterapia encontramos duas linhas de atuação junto á população idosa: a primeira é a “fisioterapia geriátrica”, que tem como foco o tratamento e a prevenção das doenças próprias do envelhecimento e da velhice; a segunda é a “fisioterapia gerontológica” cuja abordagem, por estar pautada na gerontologia envolve, além do tratamento das doenças do envelhecimento e do modo de preveni-las, a utilização de uma abordagem em que o idoso é visto de forma integral, considerando seus aspectos biológicos, psicológicos e sociais.

Trata-se de uma diferenciação necessária e complexa; diferenciação que contribuiu para a delimitação dos objetivos centrais desta dissertação, ou seja, identificar o lugar da Fisioterapia Gerontológica na Fisioterapia e identificar as características dos atendimentos da Fisioterapia Gerontológica.

A opção metodológica adotada foi à abordagem qualitativa de perfil exploratório-descritivo; no que tange ao procedimento de coleta de dados, a opção recaiu sobre o “estudo de caso” e a “observação participante”, ambos de corte longitudinal e na perspectiva da fisioterapia gerontológica, envolveu 22 atendimentos em uma paciente do sexo feminino, de 94 anos, viúva, mãe de 4 filhos, dona de casa,  com diagnóstico de insuficiência cardíaca congestiva (ICC) e dor em joelhos (artrose). Apesar de pontuais, os resultados obtidos foram significativos envolvendo, entre outros aspectos, o que poderíamos “batizar” de “renascimento do sujeito”. Assim, a paciente tornou-se “senhora dos seus desejos”, se re-apropriando da condição de ser “desejante”; condição tantas vezes negada aos idosos, mas que independe da idade cronológica.

A investigação demonstrou que quando o fisioterapeuta se pauta pelos princípios da fisioterapia gerontológica, os resultados são muito satisfatórios, tanto nos aspectos físicos, como nos âmbitos social, psicológico e existencial.

Todo o conteúdo da dissertação está disponível no site da PUC-SP, no link da biblioteca, pelo site:

Um comentário:

Lais Fisio geronto disse...

Parabéns pela dissertação Cristina!!
Tive a oportunidade de le-la e muito tem a nos acrescentar.
Muito sucesso...
Beijo