5 de ago de 2010

05 de Agosto-Dia Mundial da Saúde-Reflexão: O que fazer hoje para ter uma velhice saudável?

Hoje, dia 05 de agosto é o Dia Mundial da Saúde e faço a seguinte reflexão:

O que podemos fazer hoje para ter uma velhice saudável?

No Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia ocorrido no final de julho, teve uma mesa chamada "Grandes Nomes da Geriatria", a qual estavam presentes-Drº Yukio Moriguchi (PUC-RS), Drº Wilson Jacob Filho (USP) e Drº Renato Maia Guimarães (UNB-DF).

E eles deram algumas orientações para termos uma velhice saudável:

1-Alimentação saudável;
2-Comer devagar, mastigando bem a comida;
3-Comer menos;
4-Comer peixe (no mínimo 2x/semana);
5-Dormir bem (horas de sono necessárias e bem dormidas);
6-Exercício físico;
7-Ingestão de água;
8-Atividades de lazer;
9-Fazer do trabalho uma atividade prazerosa, tentando vivenciar o trinômio-motivação-trabalho-lazer;
10-Sentir-se útil;
11-Bom humor;
12-Saber perdoar (a mágoa mata);
13-Ter amigos;
14-Ter um sentido na vida;

Chamo a atenção para estes 2 últimos itens, pois geralmente nas listas de orientações sobre hábitos saudáveis, é difícil vermos a questão das amizades e de ter sentido na vida.

E vejo que isto é fundamental, pois se temos amigos, podemos levantar a hipótese de que somos pessoas de bem com a vida, felizes, amigáveis, entre outros aspectos, que são fundamentais para ter uma boa qualidade de vida.

E uma outra coisa importante, é em relação a ter objetivos/metas para se ter um sentido na vida.
"Quem não sabe o que quer ou onde quer chegar, não se motiva, acaba perdendo tempo em coisas que não são tão importantes".
E com o idoso isto pode acontecer, no sentido de não ter motivação, vontade de viver e muitas vezes é a partir daí que surgem os casos de depressão. Então, independente da idade, a motivação pela vida, ter um sentido na vida, é fundamental.

Dica do dia: Invista tempo em novas amizades e no fortalecimento das que já existem.
Então, diante de tudo isto, pare e reflita sobre:

"O que eu preciso mudar na minha rotina para ter uma vida com mais qualidade e consequentemente uma velhice mais saudável e produtiva?"











Um comentário:

Anônimo disse...

Muito bem, Cristina, gostei muito das suas sugestões. Ontem participei do Fórum da Longevidade, um evento da Bradesco Seguros. Muito foi falado sobre tudo isso. O mais difícil, creio eu, é equalizar todos esses itens numa rotina louca como a de São Paulo. É um desafio e tanto! Mas vamos pensar saídas pra isso, é o que nos instiga.
Um beijo e parabéns pelo seu trabalho.
Lígia (colega da Geronto - PUC)