DRª CRISTINA RIBEIRO

CREFITO: 8/69053-F



Palestra, cursos, workshops
Atendimento clínico (individual e em grupo)

Currículo

Fisioterapeuta Gerontóloga no atendimento individual e em grupo para pessoas idosas. Professora Universitária desde 2006 e Coordenadora da Pós-Graduação em Gerontologia da Uniamérica. Também ministra Cursos de Pós-Graduação, Cursos de Extensão e Workshop.  Membro da Equipe de Autores do FisioWeb (Referência em Fisioterapia na Internet) e do Portal Cuidar de Idosos (http://www.cuidardeidosos.com.br). Graduada em Fisioterapia pela UNICID (2002), Especialista em Gerontologia pela UNIFESP (2004), Mestre em Gerontologia pela PUC-SP (2011), Gerontóloga pela Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia-SBGG (2012), Autora do livro  "As 8 premissas da Fisioterapia Gerontológica-A atuação fisioterapêutica sob a ótica da gerontologia" Ed. Andrei-2012 e Doutoranda em Gerontologia pela UNICAMP (2014-2018). Pesquisa atualmente em seu projeto da tese a temática sobre Propósito na Vida em Idosos.


Trajetória Pessoal


Desde criança tinha o interesse em atuar na área da Saúde para ajudar as pessoas e, na adolescência, decidi cursar Fisioterapia. No final do primeiro ano de graduação na Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) realizei estágio extra curricular em clínica, o qual me acrescentou conhecimento, porém, vi uma Fisioterapia que não correspondia ao que eu esperava. Naquele modelo de clínica o paciente era visto de maneira fragmentada, mero “objeto” de doenças: “era o paciente tal, com tantos anos e que tinha artrose em joelhos” e ponto final. Essa abordagem me desmotivou, pois, na minha concepção aquilo não era Fisioterapia, e sim uma redução do paciente a sua doença, se referindo apenas a patologia. Na minha concepção, o paciente teria de ser visto como um todo e o profissional auxiliá-lo a compreender as possíveis razões para as alterações físicas.

No ano seguinte descobri um curso chamado Fisioterapia Psicossomática. Esta, por sua vez, aborda o indivíduo como um todo. Tal abordagem fez muito mais sentido para mim por tratar de um atendimento mais humanizado e poder ajudar o paciente a ser uma pessoa melhor, ajuda-lo a ser agente da própria recuperação.

Anos depois, graduada e com conhecimentos em Psicossomática, encontrei a Gerontologia e resolvi cursar a especialização em Gerontologia na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Nesse período de muito estudo e dedicação, constatei a vastidão dessa área do saber e de atuação. Descobri, ao mesmo tempo, quantas pesquisas faltam nesse campo. Foi durante a especialização que compreendi, por meio da prática, que o trabalho mais eficiente com a população idosa exige a interação com diversos profissionais ou, pelo menos, que se conheçam diversas disciplinas.

Na Gerontologia, a abordagem interdisciplinar chama muito a minha atenção e, no mestrado pude avançar nesta questão e em outras que permeiam uma proposta de fisioterapia ampla, de olhar integral, centrada no idoso e que extrapola as práticas recorrentes e restritas a procedimentos genéricos. Na dissertação busquei identificar o lugar da Fisioterapia Gerontológica no campo da Fisioterapia e as características dos atendimentos dessa primeira, utilizando uma abordagem qualitativa. Aos poucos fui sistematizando o que seria a Fisioterapia Gerontológica, baseando-me na pouca literatura nacional e internacional, bem como no tratamento dos pacientes. A investigação demonstrou que quando a fisioterapia se pauta pelos princípios da Fisioterapia Gerontológica, os resultados são muito satisfatórios, tanto em aspectos físicos, quanto social, psicológico e existencial.

Após construir as 8 características da Fisioterapia Gerontológica, percebi que seria importante mais pessoas – profissionais, estudantes – acessarem esse conteúdo, possibilitando aperfeiçoar sua práticas voltando-se a um olha mais sensível à questão da velhice, do envelhecimento e do idoso. Por isso, escrevi o livro As 8 premissas da Fisioterapia Gerontológica – A atuação fisioterapêutica sob a ótica da gerontologia publicado pela editora Andrei, com objetivo de sensibilizar os profissionais para a realidade do envelhecimento e trazer os aspectos essenciais para esse novo olhar, amplo e interdisciplinar da Fisioterapia Gerontológica.

Entrevistas