28 de mai de 2012

Projeto social realizado em Natal, ganhou destaque no Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia no Rio de Janeiro

Na semana passada, de 22 a 25 de maio, no Rio de Janeiro aconteceu o XVIII Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia, congresso tradicional da área, o qual ocorre a cada 2 anos.

Dentre os projetos sociais apresentados, mereceu destaque um realizado em Natal, chamado “Transporte urbano e população idosa: construindo uma nova relação”, ele foi criado em junho de 2010 para promover a intervenção junto às empresas de transporte coletivo urbano do município de Natal/RN, afim de melhorar a atenção aos idosos.

Em fevereiro deste ano o Banco Santander renovou o apoio financeiro ao projeto por mais um ano, verba que contribuiu para a ampliação em várias áreas próximas à Natal.

O projeto visa informar, sensibilizar, educar, refletir, explicar, debater e conscientizar os seus trabalhadores (motoristas e cobradores) sobre os direitos da pessoa idosa como passageira, principalmente relacionados à reserva de assentos, prioridade no atendimento e garantia da gratuidade, bem como, prevenir a ocorrência de violência no trânsito praticado contra o idoso, tomando por base os artigos 39 ao 42 do Estatuto do Idoso.

O projeto é executado pela AMPERN, com a coordenação geral da associada Rebecca Monte Nunes (coordenadora do CAOP Inclusão), orientação jurídica da associada Iadya Gama Maio (30ª Promotoria de Natal e coordenadora das Promotorias de Minorias) e a colaboração do Presidente da AMPERN, Rinaldo Reis. A condução das atividades é da coordenadora executiva e idealizadora do projeto, Maria Luiza Teixeira, que recebeu o prêmio Direitos Humanos, como forma de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido.

Para mais informações acesse:

Um comentário:

Anônimo disse...

Realmente, transporte urbano e idosos precisam de uma nova relacao. Mas tbm e preciso um respeito maior da populacao mais jovem com os acentos preferenciais.