4 de abr de 2014

Neuropsicogeriatria será uma das temáticas da Jornada Paranaense

Demências de início tardio, comprometimento cognitivo leve e diagnóstico diferencial dos transtornos do movimento serão os temas abordados pelas médicas Ivete Berkenbrock, Thaisa Resende e Débora Christina de Alcântara Lopes, presidente da Seção Paranaense da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia e também da XXIV Jornada, em mesa-redonda no sábado, dia 5, às 16h.

As demências de início tardio são as que ocorrem em pacientes acima dos 65 anos e correspondem a aproximadamente 70% dos casos. Nestas demências estão envolvidos vários fatores de risco, como hipertensão arterial sistêmica, diabetes, sedentarismo, tabagismo, entre outros. "A prevalência da demência vascular nesta faixa etaria é maior e, assim, o que é ruim para o coração, também prejudica o cérebro", explica a Dra. Ivete Berkenbrock, primeira palestrante da mesa.

Será discutida, ainda, a ocorrência de depressão na faixa etária maior como fator associado ao desenvolvimento de demência na velhice e a importância do diagnóstico e tratamento independente da idade. A médica detalha que "nesta abordagem também será colocada a influência genética no desenvolvimento da demência por Alzheimer, que nesses casos tem como maior fator de risco a própria idade, podendo atingir 35% dos pacientes acima dos 85 anos e até 50% daqueles com mais de 90 anos, segundo alguns estudos."

Em sua fala, a Drª Débora discorrerá sobre comprometimento cognitivo leve, o qual se refere a alteraçao de cognição, com dificuldade nas atividades do dia a dia mas não suficientes para preencher critérios para demência, o que pode ser confirmado por testes de memória e informações de acompanhantes. "Cerca de 50% dos pacientes evoluem para demência de Alzheimer em cinco anos e acredita-se que o deficit cognitivo seja uma fase inicial da doença. Discutiremos a respeito de fatores de risco que levam a maior chance de desenvolver demência, bem como exames laboratorias e possibilidades de tratamento", explica a palestrante.

Nenhum comentário: