9 de jun de 2010

Fisioterapia como sinônimo de Saúde

A ciência Fisioterapia nasceu no contexto da 2º Guerra Mundial com o advindo das deficiências e comprometimentos surgidos dos campos de batalha. No ano passado, em 13 de outubro de 2009, completou 40 anos no Brasil.

A Fisioterapia tem por definição ser uma ciência da saúde, tendo por objeto de estudo o movimento humano em todas as suas formas de expressão e potencialidades, tanto nas alterações patológicas quanto nas repercussões psíquicas e orgânicas.

Os objetivos da Fisioterapia são preservar, manter, desenvolver ou restaurar a integridade de órgãos, sistema ou função, podendo atuar na prevenção e/ou reabilitação para promover a melhora na qualidade de vida.


Estes objetivos fazem com que por meio da Fisioterapia, a pessoa consiga realizar suas atividades diárias, da melhor forma possível, seja com auxílio de algum dispositivo ou não. Por exemplo, uma pessoa que andava normalmente, sofreu um AVC e por conta disto passou a andar fazendo uso de bengala.

O que importa é a realização da atividade, neste caso o andar,independente se for com bengala ou não, o importante é ela ser independente nesta tarefa. Esta é uma das vertentes do trabalho da fisioterapia, neste caso a reabilitação.

Agora, outra vertente é a atuação fisioterapêutica preventiva, no caso da fisioterapia gerontológica, área especializada na pessoa idosa, por exemplo, é indicada para todas as pessoas interessadas em ter um envelhecimento saudável e ativo.

Principalmente para aquelas com mais de 40 anos que vêm observando alterações decorrentes do processo do envelhecimento e com algum comprometimento nas atividades diárias, tais como:

-mudanças decorrentes da menopausa;
-cansaço durante as atividades do dia a dia;
-diminuição da força muscular;
-alterações do equilíbrio e quedas;
-queixas de memória;

Para ver este artigo integralmente, acesse:
http://migre.me/N1My

Nenhum comentário: