21 de abr de 2010

Fisioterapia Gerontológica

Fisioterapia Gerontológica é a área da fisioterapia especializada no atendimento da pessoa idosa, podendo atuar na prevenção e reabilitação, com o objetivo de promover a independência funcional do idoso para as tarefas básicas de vida diária, no intuito de minimizar as conseqüências das alterações fisiológicas e patológicas do envelhecimento, contribuindo assim na melhora da qualidade de vida.

Consiste na realização de um atendimento global ao paciente, por meio de:

-uma avaliação detalhada;
-um plano de tratamento, que pode conter o treino de equilíbrio e marcha; ganho de força muscular, flexibilidade e propriocepção; prevenção de quedas por meio de orientações e adaptação ambiental;
-e muitas outras condutas de acordo com as necessidades de cada idoso.

Por se tratar do enfoque gerontológico, a fisioterapia gerontológica consiste em uma abordagem integral e humanizada do idoso, enfocando as particularidades do processo do envelhecimento, mas valorizando a singularidade do idoso, por meio da sua história de vida.

Estas afirmações vão de acordo com Netto (2006), que considera importante observar aspectos como histórico clínico, familiar, social e psicológico do idoso, buscando a integração multidisciplinar, além do envolvimento com a família e cuidadores, são alguns dos itens que devem estar presentes na abordagem que o fisioterapeuta especialista em gerontologia deve ter.

Para exemplificar, cito um atendimento fisioterapêutico não especializado no idoso, no qual o profissional atenderia o paciente o abordando da seguinte forma: caso clínico-paciente idoso, de 68 anos com dor nos joelhos devido artrose. Neste caso o profissional estaria levando em conta apenas a patologia do paciente.

Agora o mesmo caso clínico, se fosse visto com uma abordagem fisiogerontológica, seria da seguinte maneira: paciente idoso, de 68 anos, viúvo, mora sozinho, pai de 4 filhos, aposentado, que tem dor nos joelhos por causa da artrose, devido ao fato de ter trabalhado durante 30 anos como lavrador e hoje está restrito de suas atividades sociais devido a dor, pois não consegue mais caminhar a longas distâncias.

Neste segundo caso o fisioterapeuta por ser especialista em gerontologia vai ter uma abordagem mais global do paciente, vai tratar dos joelhos do idoso, além de considerar todo o seu contexto social que é muito importante para o bom andamento da fisioterapia.

Todos estes questionamentos sobre a história de vida do paciente devem fazer parte da avaliação que o fisioterapeuta especialista em gerontologia precisa ter ao abordar o idoso, além, é claro de uma anamnese minuciosa, uma avaliação fisio-funcional, a verificação do acesso à rede de suporte social, ter atenção nas relações familiares, atividades de lazer entre outros fatores.

Além dos recursos oferecidos pela fisioterapia, o fisioterapeuta especialista em gerontologia deve incluir, em seu tratamento, uma abordagem diferenciada do paciente, considerando que se trata de um sujeito idoso, tendo com isto as particularidades do processo de envelhecimento, além de uma história de vida que inclui relações familiares e com cuidadores.

Isto faz com que o tratamento não se restrinja apenas nas questões físicas, mas também valoriza os aspectos psicossociais do idoso, a sua interação com a família, seus papéis sociais, atividades de lazer e motivação no dia-a-dia.

Aspectos estes que se forem observados pelo fisioterapeuta, o andamento do tratamento poderá ter resultados muito satisfatórios.

Nenhum comentário: